quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Tanto tempo

Tens tanto para aprender,
mas ninguém para te ensinar,
tantos anos para viver,
mas nenhum para respirar.

Tens tempo para estar só,
mas não tens só o tempo
também há o talento
que inalas como ao pó,
que proveito nenhum dás
e todas as tuas horas boas são
as que são menos más.

2 comentários:

  1. Cara, esse blog é incrível. Parabéns, é muito bom mesmo. Fico até sem palavras, pois você roubou-as rs.

    ResponderEliminar