quinta-feira, 13 de maio de 2010

Ando ocupada...

É responsabilidade grande ter um blog,
mesmo que haja algo que estorve
tenho de escrever pequenos odes,
tenho de escrever nem que seja uma estrofe,
sentidos deitados sobre um acorde
tentando fazer com que eu acorde
depois de um longo dia mau como um bode,
o sorrir é difícil e ninguém acode.
Lágrima que borbulha mas nunca explode,
fadiga eterna depois do pagode,
preguiça doentia que nos sacode,
rima que soa mal e morde,
vida que me bate mesmo que com ela concorde.

Ando ocupada,
ando na rua com pressa,
sem tempo para responder à chamada
que de todo a mim desinteressa.
Mas o blog não,
e também foi atingido,
mas a solução
é que o talento não foi extinguido.
Posso até ficar sem ti,
de Domingo a Segunda,
mas ocupada nunca
para quem se ocupa de mim

1 comentário:

  1. Muito bom!
    Um exemplo de quem se dedica realmento ao seu blog!

    ResponderEliminar